Alterações estatutárias: nota oficial do Grêmio Independente

Reunião CD Grêmio

 

Diante do posicionamento favorável de seus conselheiros ao conjunto das propostas de reforma estatutária apreciadas pelo Conselho Deliberativo (CD) do Grêmio, nesta segunda-feira, o Grêmio Independente (GI) lamenta a rejeição de cinco das sete proposições.

Durante um ano, nossos associados e conselheiros trabalharam exaustivamente, em conjunto com outros gremistas, para viabilizar as reformas.

Nossa posição é de que as modificações sugeridas atenderiam tanto aos clamores dos sócios gremistas quanto às melhores práticas de gestão no mundo empresarial, de forma a tornar o clube mais transparente e moderno nos seus processos políticos e de governança.

Respeitamos a decisão do Conselho e reafirmamos que seguiremos perseguindo os ideais contidos nas propostas apresentadas. O GI mantém-se firme no compromisso de colaborar com a construção de um Grêmio mais moderno, organizado e transparente – requisito indispensável para cumprir a missão estratégica de proporcionar vitórias e títulos aos torcedores gremistas.

 

Confira abaixo as propostas de alterações estatutárias apreciadas pelo CD do Grêmio:

APROVADAS

– Previsão no Estatuto do Regulamento Eleitoral;

– Prazos de análise das demonstrações financeiras;

 

REJEITADAS

– Vedação do acúmulo do cargo de Presidente com cargos públicos eletivos;

– Previsão do planejamento estratégico e plano de metas;

– Inelegibilidade do Conselheiro para cargo eletivo por descumprimento do art. 66, §1º, do Estatuto (excesso de faltas);

 – Redução da cláusula de barreira para a eleição do Conselho de Administração dentro do Conselho Deliberativo;

– Criação do Portal da Transparência;

 

Crédito da foto: Márcio Neves/Grêmio